\ A VOZ PORTALEGRENSE: António Martinó de Azevedo Coutinho

sexta-feira, março 12, 2010

António Martinó de Azevedo Coutinho

Caro Mário

Com mil diabos, é obra! – diria o seu estimado capitão Haddock, se não andasse, como se sabe, embarcado por outros mares.
Duzentas mil visitas duzentas mil – logo acrescentariam os Dupont/d.
Mas deixemos por ora esta coisa dos quadradinhos aos gaiatos, que é quem sabe disso –e não nós, adultos sérios e circunspectos–, e vamos ao que de facto interessa: este blog que acaba de se tornar bilionário.
Num abrir e fechar de olhos, esta fabulosa marca das 200 000 visitas foi atingida e agora a meta é o primeiro milhão.
A sério, muito a sério, quero não só felicitá-lo como agradecer-lhe a disponibilidade deste espaço de liberdade que em boa hora colocou ao nosso serviço colectivo, ao serviço, sobretudo, desta terra que –apesar dos seus efeitos secundários- continuamos a amar.
Por mim, e sentindo-me muito honrado e protegido pelos qualificados companheiros de jornada com quem nesta casa coabito, espero contribuir –como sei e como posso– para que toda a vasta família d’A Voz Portalegrense reflicta e se empenhe nas causas que aqui colocamos em discussão.
A crítica e o próprio direito à indignação são legítimos e democráticos. Por isso sinto, mesmo quando erro, que aprendo e cresço.
E é o Mário que proporciona, com a sua generosa disponibilidade, as vivências quotidianas desta sempre renovada aventura.
Por isso o felicito –e me congratulo- por esta marca histórica.
O caminho é em frente e faz-se caminhando (esta acrescentaria o prof. Tournesol que, embora distraído e surdo, é sábio que se farta!)...
Um abraço forte do
António Martinó


P.S. – Sei de fonte segura que o Tintin e a Milou também festejaram o acontecimento nas caves do chateau de Moulinsard, onde foram de visita ao Hergé.

Free web page counter