\ A VOZ PORTALEGRENSE: Crónica de Nenhures

sexta-feira, setembro 23, 2016

Crónica de Nenhures

Sem investimento não há crescimento e sem crescimento a economia não consegue sustentar o Estado Social, e muito menos pagar a dívida colossal que Portugal tem.
Mas que empresário, nacional ou estrangeiro vem investir em Portugal com um Governo de Esquerda de matriz menchevique, trotskista e estalinista? Nenhum!
Portugal será a curto prazo a “Venezuela da Europa”, e os portugueses merecem que assim seja.
Esquecidos dos tempos do PREC, com uma inflação galopante, nacionalizações, ocupações selvagens, violência nas ruas, os portugueses julgam que o Estado pode continuar a subsidiar tudo e mais alguma coisa.
Tempo virá em que os funcionários públicos não receberão salário, que as reformas não serão pagas, que haverá falta de bens de primeira necessidade, que não haverá os medicamentos básicos, tal como acontece hoje na Venezuela.
Mas importa isso se o ‘amanhã' ainda parece longe?
Assiste-se a um discurso retrógrado e bafiento por parte da Esquerda, incapaz de apresentar uma política económica e financeira credível.
E desta forma vai o país, de vento-em-popa, a caminho de mais um resgate.
A dívida sobe, as exportações caem a pique, o investimento afunda e os juros estão por um fio
A realidade começa a impor-se à ficção, à propaganda. O ano de 2016 será um ano com mais dívida pública e menos crescimento económico do que em 2015.
Mário Casa Nova Martins

Free web page counter