\ A VOZ PORTALEGRENSE: Volta ao Alentejo em Bicicleta

quarta-feira, abril 09, 2008

Volta ao Alentejo em Bicicleta

26.ª VOLTA AO ALENTEJO 2008
.
1ª etapa- Ferreira do Alentejo-Odemira- 169,4 Kms

2ª etapa- Zambujeira do Mar-Ourique- 173 Kms

3ª etapa- Neves (Beja)-Beja- 31 Kms (CRI)

4ª etapa- Fluviário de Mora-Serra de São Mamede- 181,1 Kms

5ª etapa- Évora-Évora- 177,1 Kms
*
A “subida dos emissores” assim conhecida pelas gentes do ciclismo vai voltar a estar este ano na mira dos ciclistas que participam na 26ª edição da Volta ao Alentejo em bicicleta. Além deste condimento mediático, um contra-relógio de 30 quilómetros é outro dos pontos altos da “Alentejana” 2008.
A serra de S. Mamede, na conhecida “Subida dos Emissores”, com 1025 metros de altitude, o local mais alto do Sul do País, foi final de etapa uma única vez. Corria o ano de 2000, que marcava a chegada ao ciclismo português e o regresso à competição de Claus Michael Moller, que venceu a etapa e alcançou o triunfo na volta.
O nome do dinamarquês não será no entanto ameaça este ano. O ex-Barbot/Halcon arrumou a bicicleta no final de 2007.
Portalegre deixa de receber o pelotão na Avenida da Liberdade, mas terá ainda mais impacto ver os milhares de adeptos da modalidade espalhados ao longo da dura subida que tem agendada o final da quarta etapa.
Um contra-relógio de 30 quilómetros ligando Neves a Beja, é outra das novidades da edição de 2008 da Volta ao Alentejo em bicicleta. A “luta” contra o cronómetro, num percurso longo, regressa à “Alentejana” seis anos após a realização das famosas tiradas que ligavam o Redondo a Évora e que consagraram como vencedores da prova Melchor Mauri, Lajos Bodrogi e Joaquim Andrade.
Este ano Beja recebeu pela primeira vez o final de um contra-relógio, com partida de Salvada e com pouco mais de 15 quilómetros, ganho pelo russo Vladimir Karpets da equipa Caisse D'Epargne.
Além desta etapa, a volta deste ano, que marca a caminhada para as “Bodas de Ouro”, tem um início inédito, tendo como local de partida Ferreira do Alentejo, que há mais de uma década tinha recebido a partida de uma etapa.
A 26ª edição da Volta ao Alentejo em Bicicleta disputa-se entre 9 e 13 de Abril, realizando-se o contra-relógio na sexta-feira, 11 de Abril, e que será um dos mais longos da temporada, unicamente superado pela etapa da mesma especialidade da Volta a Portugal.
Outro regresso à “Alentejana” é a chegada a Ourique na 2ª etapa, facto que acontece volvidos mais de 10 anos.
O final da primeira etapa, em Odemira, o início da segunda, em Zambujeira do Mar e o início e final da derradeira etapa, em Évora, repetem o figurino da última edição.

Free web page counter