\ A VOZ PORTALEGRENSE: Desabafos, 2015/2016 - X

terça-feira, fevereiro 16, 2016

Desabafos, 2015/2016 - X

A Esquerda Menchevique-Trotskista-Leninista, vulgo PS-BE-PCP, usa a clássica metodologia, segundo a qual uma mentira mil vezes dita passa a ser verdade.
De acordo com o Orçamento de Estado para este ano de 2016, há uma subida de mais de mil milhões de euros de impostos a pagar por todos os dez milhões de portugueses, todos impostos sobre o consumo, sendo o aumento dos impostos indirectos superior a 6%.
E esta Esquerda, em uníssono, afirma, sem pudor e com o maior à vontade, que aumentar impostos nesta brutal dimensão significa acabar com a austeridade e aumentar a competitividade!
Os bens de primeira necessidade, como a água, a luz e a gás, tiveram aumentos. Os géneros alimentícios estão mais caros. O IMI, para os proprietários, subiu. Em suma, o que não subiu são os bens de luxo, inacessíveis à larguíssima maioria da população.
Mas o povo votou, o seu voto é soberano, e tem aquilo em que acreditou. Não se pode queixar. Mais de quatro décadas de parlamentarismo conduziram Portugal a várias bancarrotas, mas que interessa isso, se há futebol, fado, e toda uma série de atentados à Ética, à Moral e aos Princípios.
O que o povo quer é circo, carnavais, touradas, telenovelas, muito sexo, enfim, como diz o ditado popular, «quem vier a seguir que feche a porta»!
Portugal está cada vez mais endividado. Este ano, das «vacas gordas», o paraíso prometido pelos radicais esquerdistas, será no final de «vacas magras», o inferno na terra para milhões de portugueses. Mas como o povo acredita “nos amanhãs que cantam”, continuará feliz com a utopia/mentira esquerdista de que a austeridade acabou!
Mário Casa Nova Martins
Rádio Portalegre, 15 de Fevereiro de 2016

Free web page counter