\ A VOZ PORTALEGRENSE: O futuro em tempos difíceis

quinta-feira, setembro 17, 2015

O futuro em tempos difíceis

O futuro em tempos difíceis

No caso de uma vitória socialista em Portugal, a Europa terá uma nova Grécia à beira da saída do Euro.
O programa eleitoral do Partido Socialista resume-se a aumentos de despesa e diminuições de receita
Portugal é hoje um país mais endividado, mais envelhecido, e menos qualificado dentro do quadro da Europa ocidental.
Quanto ao facto de ser menos qualificado, refira-se ao falhanço das políticas de educação seguidas desde a denominada «Reforma Veiga Simão».
A economia portuguesa foi a que menos cresceu na Europa do século XXI, como atestam os dados estatísticos.
Perante estes factos, no documento do Fundo Monetário Internacional de avaliação dos trabalhos da missão técnica a Portugal realizada no passado mês de março, e divulgada em maio, o FMI defende que deve ser dada prioridade a uma maior redução do número de funcionários [públicos], através de uma maior saída natural de trabalhadores [pela não renovação de contratos] e de cortes direcionados para áreas com pessoal a mais [significativo o excesso de funcionários nas autarquias].
O FMI defende ainda que a atribuição de um crédito fiscal para famílias com baixos rendimentos é mais eficaz na redução da pobreza do que o aumento do salário mínimo, que, considera poder prejudicar a criação de emprego.
Também o relatório aconselha a mais cortes na educação, um sector em que o sucesso escolar é uma falácia e onde a indisciplina grassa na escola pública, com crescente achincalhamento da classe docente, que é “carne para canhão” de sindicatos políticos.
Por fim, o FMI afirma que as reformas estruturais implementadas pelo governo ainda não produziram os efeitos desejados, por não terem sido concluídas.
Em tempo de eleições, tudo se promete, mas seja o governo que se vier a formar após as eleições legislativas do próximo outono, a denominada austeridade será ainda maior do que tem sido. O que ainda resta da classe média irá desaparecer.

Mário Casa Nova Martins

Free web page counter