\ A VOZ PORTALEGRENSE: Desabafos, 2014/2015 - VII

terça-feira, dezembro 16, 2014

Desabafos, 2014/2015 - VII

Milton Friedman afirmou que “dinheiro público é o dinheiro que o estado tira dos que não podem escapar e dá aos que escapam sempre”.
A crueza desta frase, atribuída ao Nobel da Economia, mostra a realidade do presente.
Mais do que uma constactação da fuga aos impostos por quem os devia pagar, e que tempos depois através da figura do ‘perdão fiscal’ os pagam de uma forma lesiva para o próprio estado e que não deixa de ser imoral para quem é cumpridor, prova quanto a sociedade vive tempos de baixeza cívica.
E a par dessa incivilidade, vinga a hipocrisia.
Todavia, esta não é referida na quadra que já se vive. O Natal é hoje vivido sob o signo do material, esquecendo-se a importância do Sagrado.
O Presépio deu lugar à árvore, a celebração da Vida através do nascimento do Menino não é mais do que a glória do consumismo, a união da Família não passa de um jogo de sombras, na qual a hipocrisia é rainha.
No tempo de todas as maravilhas da ciência e da tecnologia, o homem continua a procurar o seu bem-estar, esquecendo o semelhante.
Os denominados males do mundo, a começar pela fome, pela discriminação, pelo autismo dos governantes, pelo egoísmo, pela inveja, pela perfídia, prevalecem sobre o Bem-Comum.
Mas há que continuar a não ceder nos Valores e nos Princípios.
Viver o Nascimento do Menino com o pensamento na Memória dos que já partiram, e com a Alegria de estar em Família e com a Família.
Um Santo e Feliz Natal!
in, Rádio Portalegre, Desabafos, 15/12/2014

Free web page counter