\ A VOZ PORTALEGRENSE: Desabafos 2013/2014 - X

terça-feira, março 04, 2014

Desabafos 2013/2014 - X

Segundo dados oficiais, sete anos depois de Portugal ter aprovado em referendo a descriminalização do aborto, num acto cujo número da participação dos cidadãos não tornava constitucionalmente vinculativo o seu resultado, a Saúde pública realizou cerca de 100 mil abortos voluntários. E se a esses abortos se juntar os feitos em clínicas privadas e os clandestinos, esse valor sobe drasticamente, e assim se compreende o dramático que tal situação é para um país em acentuada quebra de natalidade e de demografia.
Por outro lado, a Bélgica tornou-se o primeiro país a permitir a eutanásia infantil sem qualquer limite de idade, em caso de doença terminal com sofrimento para a criança e sem hipótese de tratamento.
Se se analisar estes dois casos, o aborto e a eutanásia, pode-se dizer que nesta Europa se cultiva cada vez mais uma Cultura de Morte.
Parece que o abismo moral e ético em que esta Europa decadente mergulhou não tem fundo!
Os valores consubstanciados nesta hedionda Cultura da Morte, eles próprios conduzem a Civilização Greco-Judaico-Cristã para um relativismo que a torna presa fácil de todos os fundamentalismos, sejam eles de cariz político, religioso, ou outro.
Aborto, eutanásia e eugenismo, são problemas com os quais a actual sociedade hedonista europeia se confronta, escolhendo sempre a forma mais radical para os resolver.
Assim, cada passo legislativo é mais um passo para tornar a Cultura da Morte na própria morte da Europa.
Sob a capa de uma falso Progresso, de um dito progressismo, a Europa caminha para a sua própria destruição. A Europa está claramente num caminho sem retorno.
in, Rádio Portalegre, Desabafos, 03/03/2014
Mário Casa Nova Martins

Free web page counter