\ A VOZ PORTALEGRENSE: Desabafos 2013/2014 - III

terça-feira, novembro 26, 2013

Desabafos 2013/2014 - III

O inverno dá sinais de estar a chegar, o frio tem sido muito, os dias são cada vez mais curtos, mas o inverno do nosso descontentamento, esse, dura e parece não ter fim.
Segundo dados divulgados na comunicação social, o número de ricos continua a aumentar, enquanto o dos pobres também cresce, fruto da destruição da classe média portuguesa.
Mostra a História de Portugal que o país só teve classe média a partir da década de sessenta do século XX. Nunca a economia permitira que tal acontecesse, o que mostra a sua fragilidade e a consequente assimetria social portuguesa.
A classe média que o Estado Novo criou foi a grande impulsionadora da melhoria da economia, criando procura de bens e serviços.
Todavia, na Terceira República, sempre que Portugal entrou em crise, a classe média ficava em grandes dificuldades, e começou a regredir, chegando ao presente num estado de proletarização.
É um facto que se caminha progressivamente para a extinção da classe média, e tal irá extremar a situação social.
O consumo continuará a baixar, empresas fecharão em maior número, o desemprego crescerá.
O Regime está esgotado, mas não se vislumbram alternativas credíveis. Portugal há muito deixou de ter um desígnio, um rumo. O amanhã é sempre pior que o hoje, que por sua vez é inferior ao ontem.
A cultura hedonista, as causas fraturantes, a crise na Ética, na Moral e na Família, a falência do Cristianismo, é no seu conjunto apenas o pronúncio do fim do paradigma que tornou o Ocidente o farol do mundo civilizado.
in, Rádio Portalegre, Desabafos, 25/11/2013
Mário Casa Nova Martins
http://www.radioportalegre.pt/index.php/desabafos/mario-casanova-martins.html

Free web page counter