\ A VOZ PORTALEGRENSE: Olga Ribeiro

quarta-feira, fevereiro 27, 2013

Olga Ribeiro

AO ESPERANÇADO AMOR…
EM METÁFORA DA QUÍMICA!
 
AMOR é Química, velha ciência, poderosa e prometedora!
Sem saber explicar o que pertence a quê(m)
Pois até em tempos remotos ela foi Alquímica Magia…
 
Laboratório interdisciplinar da Liberdade,
Tabela periódica do Universo, com suas leis aplicáveis
A substâncias simples e compostas.
 
Meus átomos terão pouca valência
Perante ti, denso átomo de hidrogénio mas
Não quero que o passado seja enxofre
Porque este só é bom quando deriva em útil e isolante ebonite.
 
Sei que não és mero elemento
Catalisador azul, fosforinho (redundante luz)
Quero-te não duro e frio diamante
Mas macia e dúctil grafite
Que desenhe Poesia nesta Vida impura.
 
És a minha Química orgânica
Meu ouro (ou rosa?) de Alquimia,
Ar vital, ar inflamável.
Mantendo esta combustão lenta mas inflamada
Estas afinidades que originam novas substâncias.
Façamos desta equação amorosa
Experimentada combustão lenta e viva…
(Dizem “é impossível!”) porém só investigando
Quiçá possamos partilhar o Prémio Nobel (da Química) do Amor!

Free web page counter