\ A VOZ PORTALEGRENSE: A situação na BMP

segunda-feira, fevereiro 04, 2013

A situação na BMP

Pela primeira vez neste outono/ inverno, constipei-me. À primeira vista, tal não será de estranhar, podendo-se mesmo dizer que é ‘fruto da época’. E, de facto, há um fundo de razão nisso.
Todavia, o que me leva a tornar público este meu estado, tem a ver com a forma, melhor, o lugar onde me constipei.
Constipei-me na passada quarta-feira dia 30 de Janeiro de 2013, na Biblioteca Municipal de Portalegre.
É inenarrável o que se passa na BMP, nestes dias de um inverno rigoroso. Além de só se poder estar junta às janelas, por falta de iluminação, o facto de as salas não terem aquecimento torna-as gélidas.
Na Biblioteca Municipal de Portalegre, a maioria das lâmpadas não acendem!
Na Biblioteca Municipal de Portalegre, o frio é de rachar!
Se no tempo bom é agradável estar na BMP, nestes tempos frios e escuros é impossível.
Mas que fique dito que os Funcionários da Biblioteca Municipal de Portalegre não têm a mais pequena responsabilidade na situação em que ela se encontra, e que narro na primeira pessoa. A sua diligência e competência são inquestionáveis. Aliás, eles próprios, tal como todos os utentes da BMP, são também vítimas desta situação, que só envergonha quem realmente é o responsável.
Não quero fazer deste texto um libelo acusatório, e muito menos política. Limito-me a narrar uma situação conhecida e vivida por quem frequenta a Biblioteca Municipal de Portalegre.
Estou à disposição para em qualquer lugar público voltar a denunciar esta situação.
Mário Casa Nova Martins

Free web page counter