\ A VOZ PORTALEGRENSE: Fernando Correia Pina

quarta-feira, janeiro 02, 2013

Fernando Correia Pina

Variação sobre um verso de Camões
 
Amor é fogo que arde sem se ver
e não vendo quem ama a quem se ama,
sendo forte o amor, se ateia a chama
no peito que a saudade faz sofrer
 
mas do fogo da ausência vem prazer
que como vinho doce se derrama
erguendo mais o lume que proclama
que para amor viver há que morrer
 
duas vezes o que ama por viver
dentro de si o outro a si unido
como metal fundido em puro fogo
 
para dessa pura chama renascer
aquele que ganhou por ter perdido
das cartas do amor o estranho jogo.

Free web page counter