\ A VOZ PORTALEGRENSE: PARSIVAL

sábado, maio 07, 2011

PARSIVAL

Parsival é um conto medieval escrito entre 1200 e 1210 pelo poeta e trovador alemão Wolfram von Eschenbach e, no dizer de muitos estudiosos do tema que aborda, uma obra-prima da poesia medieval alemã e da literatura universal. Objecto de várias representações, nomeadamente a lírica concebida pelo compositor alemão Richard Wagner, este romance centra-se no tema do Graal, sob uma perspectiva diferente da tradicional mas não menos aliciante. Graal aqui, é, em síntese, uma pedra ou laje com poderes divinos, pedra de luz que é fonte de alimento e vida mas tem também uma virtude contrária, podendo destruir todos aqueles que tentem usurpá-la. Uma obra encantatória pela transcendência e espiritualidade com que recria a história, já lendária, do Rei Artur e dos seus cavaleiros na demanda do Graal, que ora se apresenta pela primeira vez ao nosso público leitor.
Wolfram von Eschenbach pertence ao pequeno grupo de poetas que compõem a narrativa alemã do início do século XIII. Geralmente considerado como o maior dos poetas épicos alemão, a sua data de nascimento é desconhecida. Era um cavaleiro ministerial e “não livre”, sujeito ao serviço de um senhor. Embora enquanto cavaleiro fosse livre de defender a sua honra em qualquer lado, e evidentemente, livre também de mudar de patrono, encontrou o seu principal benfeitor na Turíngia, com o seu famoso mecenas, o Landgrave Hermann. Bávaro de nascimento, mais propriamente de Eschenbach, de onde herda o seu nome, viveu pobre e errante.
_______
Autor(es): Wolfram von Eschenbach
Género(s): Literatura Medieval
Editora Vega
Colecção Biblioteca Clássica
Formato 23 x 15,5 cm 356 páginas
Ano 2010
1ª edição
Preço 22,26 €
ISBN 9789726999478
_______
Mário Casa Nova Martins

Free web page counter