\ A VOZ PORTALEGRENSE: Campanha Negra

quinta-feira, maio 19, 2011

Campanha Negra

“campanha negra”

O candidato do PSD às próximas legislativas acusa que há o que chama de ‘campanha negra’ contra ele e à sua família. E mais, que depois do acto eleitoral de 5 de Junho irá contar tudo por escrito.
Cá ficaremos à espera!
Na edição de 10 de Maio passado, o semanário O Diabo desmascara Fernando Nobre num trabalho de investigação jornalística intitulado «Fernando Nobre, presidente vitalício da AMI, deu todos os tachos da associação à família». É um trabalho de leitura obrigatória, na página 3 do jornal.
Estávamos presentes na Feira do Livro de Lisboa quando a ‘caravana’ de Fernando Nobre por nós passou.
Tivemos a curiosidade de, um pouco afastados, irmos vendo as reacções das pessoas. E o que o jornal Público na edição do dia seguinte retrata é rigorosamente verdade.
Na campanha eleitoral para a presidência da República, Fernando Nobre, a par de José Manuel Coelho, colheu a simpatia de gente que há muito descrê na actual classe política. O resultado em número de votos superou as melhores expectativas, e em seu redor criou-se um sentimento de ‘dever cumprido’, tal como respeito e estima pelo homem.
A surpresa causada pela aceitação por parte de Fernando Nobre do convite para integrar as listas de deputados do PSD foi enormemente suplantada com o conhecimento posterior de que seria o candidato do PSD a presidente da Assembleia da República, o segundo lugar na hierarquia do Estado.
Parecia que Fernando Nobre era um ‘não-político’, e afinal é um ‘predador’ de cargos, desde que sejam de chefia, melhor, presidência.
Hoje o ‘capital’ político de Fernando Nobre é nulo. Mesmo para o PSD começa a ser um ‘peso’. Pelo que assistimos, ao vivo, no Parque Eduardo VII, o erro político do convite a Fernando Nobre vais sair, em termos de votos, ‘caro’ ao PSD.
Também o PSD merece!
Mário Casa Nova Martins

Free web page counter