\ A VOZ PORTALEGRENSE: Sport Lisboa e Benfica - Os culpados I

sexta-feira, abril 08, 2011

Sport Lisboa e Benfica - Os culpados I

O grande culpado

Se há estrutura e entidades que se regem de forma anti-democrática é a estrutura do futebol e as entidades são os clubes de futebol.
Dito isto, não é difícil compreender o facto de os novos estatutos da Federação Portuguesa de Futebol não terem ainda sido aprovados, estando a FPF numa situação de semi-clandestinidade, ou que nas recentes eleições no Sporting Clube de Portugal o candidato vencedor tivesse menos sócios votantes que o segundo candidato mais votado e mesmo assim tivesse ganho.
A actual situação na FPF explica-se por jogos de poder nos bastidores, onde gente que os tribunais desportivos e a opinião pública condenaram como corruptos, após provas inquestionáveis, se movimenta impunemente para manter o clima de corrupção no futebol.
A situação no Sporting Clube de Portugal explica-se pelo facto de o número de anos de associado se traduzir em número de votos. Isto é,  a máxima em democracia 'um sócio igual um voto', não é aplicável.
Mas o que se passa no SCP também se passa no Sport Lisboa e Benfica.
Todavia, no SLB, a situação ainda é mais anti-democrática.
Há cerca de um ano, em plena euforia pela então próxima possibilidade de conquista do Campeonato, entenderam os órgãos competentes do SLB realizar uma Assembleia Geral, onde certas matérias dos estatutos seriam revistas.
Essa revisão dos Estatutos tinha um objectivo claro. Nas últimas eleições, onde apenas se apresentou uma lista, estivera para se constituir uma outra lista de oposição à que dirigia o SLB, onde nomes como José Eduardo Moniz e José Veiga prontificavam.
Se tais Benfiquistas tivessem concorrido, existiam fortes probabilidades de vencerem a eleição.
Perante tal cenário, a equipa liderada por Luís Filipe Vieira entrou em pânico. O desespero foi tal, que recorreram a todas as formas para inviabilizar qualquer lista oposicionista.
E passado o acto eleitoral realizam a dita Assembleia Geral, onde coarctam a liberdade dos sócios se candidatarem a cargos, alterando o número de anos de associado para terem essa capacidade, aumentando esse número. Os objectivos eram claros, e os alvos a atingir também.
O Sport Lisboa e Benfica não é o clube democrático que era. Mantendo o estatuto de maior clube português em número de adeptos, há muito que se tornou uma coutada de gente que se tem utilizado da grandeza do SLB em proveito próprio.
Luís Filipe Vieira é o presidente que mais anos está à frente do SLB, e que menos títulos tem conquistado. Luís Filipe Vieira é o presidente do SLB que mais aumentou o passivo do Clube. As maiores humilhações desportivas do SLB acontecem quando Luís Filipe Vieira é presidente. Luís Filipe Vieira é o presidente do SLB que mais jogadores e treinadores contratou, e com resultados desportivos mais fracos. Em suma, Luís Filipe Vieira é o pior presidente da História do Sport Lisboa e Benfica.
Mário Casa Nova Martins
facebook.com/Mario.Casa.Nova.Martins

Free web page counter