\ A VOZ PORTALEGRENSE: Si non è vero, è bene trovato

sexta-feira, abril 01, 2011

Si non è vero, è bene trovato

Si non è vero, è bene trovato

Na véspera da apresentação do PEC IV, quer em Bruxelas pelo Primeiro ministro, quer em Lisboa pelo ministro das finanças, saiu a informação de que o primeiro ministro passou por cima das instituições não informando ninguém, mas que teria feito um telefonema a Pedro Passos Coelho.
Muito embora o conteúdo desse telefonema não tenha sido revelado, resolvi fazer um exercício livre sobre ele e imaginei-o mais ou menos assim:

Pedro Passos Coelho - Estou?
José Sócrates - Boa noite, fala José Sócrates, está bom?

PPC - Olá sr. Primeiro-ministro como vai? Diga coisas.
JS - Bem, eu estou a ligar-lhe porque vou amanhã para Bruxelas e…

PPC - Sim?
JS - Bem… é que vou apresentar um novo PEC.

PPC - Ah sim? Então? A execução orçamental está a correr mal?
JS - Não! Mas é que… bem você sabe…. os mercados não nos largam, a Europa quer garantias da nossa parte…. Uma chatice isto...

PPC - Mas o que é que vai apresentar de concreto?
JS - Vamos ter de subir impostos novamente pá.

PPC - Mas eu tenho andado a dizer que o PSD não pode aceitar isso….
JS - Eu sei disso pá e foi por isso que lhe liguei. Já pensei em tudo.

PPC - Ah sim? Então?
JS - Isto é porque com os juros assim vamos ter mesmo de pedir ajuda está a ver? É mesmo uma questão de tempo está a ver? Ora eu não posso ficar com a culpa disso certo?

PPC - Compreendo que seja difícil, mas porquê?
JS - É que se eu peço ajuda à Europa o que julga que vai acontecer? O governo vai caír na AR, O PS vai implodir nas próximas eleições, eu vou ser cilindrado e o país vai passar por uma vergonha enorme. Ninguém vai sair limpo deste lamaçal compreende?

PPC - Compreendo claro, mas…
JS - Por outro lado mesmo que você ganhe as próximas eleições você está tramado porque vai governar com o FMI e vai-se tornar muito impopular. E se o PS implodir você vai ter o PCP e o BE no parlamento a morder-lhe as canelas e a não o deixar fazer nada. Manifestações e greves todos os dias, muita contestação, pode dar um mau resultado percebe? Veja a Grécia… Você acha que vai conseguir alguma coisa nesse clima? Quer o PS quer o PSD só temos a perder com isto está a ver?

PPC - Pois é, estou a ver, mas qual é a sua ideia?
JS - Então eu já pensei em tudo e vamos fazer assim: Eu apresento o PEC em Bruxelas e o ministro das finanças apresenta em Lisboa à mesma hora. Eu não vou informar a AR nem a Presidência da República, isto fica só entre nós está a ver?

PPC - Sim, e depois?
JS - Aí você vem e diz que não aceita e que chumba o PEC na AR. Eu a seguir vou e digo que o PEC é matéria de governação e que não tem de ser votado na AR. Está a seguir?

PPC - Sim, continue.
JS - Você a seguir vai e diz que mete um projecto de resolução. Nessa altura eu já vou ter preparados uns cães de fila para dizer que nada está decidido e que isto é tudo para negociar, mas isso é mentira está a ver? Você a seguir vai e diz que não negoceia nada. Eu a seguir vou e meto o PEC na AR para ser votado. Vocês chumbam a coisa e eu a seguir vou e demito-me. Percebeu tudo até aqui?

PPC - Sim, claríssimo como água e a seguir?
JS - A seguir você culpa-me a mim e ao PS por termos falhado e eu culpo-o a si e ao PSD por nos terem obrigado a demitir via chumbo do PEC. Não se preocupe com o barulho porque os comentadores e jornalistas vão fazê-lo q.b. consoante a sua cor política e os cães de fila vão animar a malta está a ver?

PPC - Sim…. Compreendo, mas e depois?
JS - Depois vamos para eleições e é muito simples, você compromete-se com Bruxelas com objectivos iguais aos nossos, eu comprometo-me também com os mesmos objectivos de forma a que eles fiquem mais ou menos tranquilos e o dinheirinho continua a vir. Assim, mesmo que precisemos de ajuda tanto você como eu temos uma desculpa está a ver? Vocês desculpam-se connosco e nós desculpamo-nos convosco. O equilíbrio assim continua assegurado. Além disso se você não conseguir maioria absoluta eu viabilizo-lhe as porras que você precisar pá. Quem quer que venha a governar com o FMI vai ter sempre pé para dizer que não teve culpa nenhuma. O que é que acha?

PPC - Bem, de facto assim saimos todos mais ou menos bem e você até me está a dar uma oportunidade… além de que vamos ter sempre uma boa cobertura para podermos ser impopulares….
JS - Exacto pá. Não é boa ideia?

PPC - Acho que sim…. Sendo assim aceito. Apresente lá o PEC e fique tranquilo que eu sigo o guião.
JS - Porreiro pá. De resto está tudo bem não é verdade? A família e assim?

PPC - Está tudo bem sim.
JS - Porreiro pá. Então estamos combinados. Então boa noite.

PPC - Boa noite sr. Primeiro-ministro, dê lá cumprimentos à Merkel.
_______
Recebido por mail de Viseu
Mário Casa Nova Martins

Free web page counter