\ A VOZ PORTALEGRENSE: Duarte Salazar Branquinho

sexta-feira, março 11, 2011

Duarte Salazar Branquinho

Duarte Branquinho, Director de O Diabo

Para início de conversa, dizemos não sermos leitores do semanário O Diabo. Mas já o fomos num passado.
Praticamente desde a sua fundação, primeiro em Coimbra e depois em Viseu, comprávamo-lo com forte assiduidade. Todavia, quando o títere madeirense Alberto João Jardim começou a escrever no jornal, deixámo-lo pura e simplesmente de comprar ou ler.
Com a entrada como colunista de Alberto João Jardim, O Diabo deixou de ser um jornal de Direita, ou á Direita, e passou a ser um jornal sectário pró-PSD. O CDS, que antes tinha voz, que era motivo de notícias, que era também criticado mas acima de tudo respeitado, passou a ser zurzido fortemente, mesmo de maneira anti-democrática, ao passo que o PCP, o aliado ‘natural’ do PSD passou a ter ‘foros de cidadania’ em O Diabo.
Face a tal estado das coisas, questionávamo-nos se O Diabo não seria mais um jornal subsidiado por Alberto João Jardim, como o ‘famigerado’ Diário de Notícias do Funchal. E no ‘preço’ estava implícito o ataque sistemático ao CDS. Mas também eram recorrentes queixas do mesmo teor de outros partidos, todos à Direita do PSD.
Agora O Diabo tem novo Director, Duarte Salazar Branquinho. Propositadamente, ainda não comprámos nenhum jornal desde que Duarte Branquinho assumiu aquelas funções. E tomámos esta posição pelo facto de que a ‘casa’ tem que primeiro ser arrumada.
‘Esperar para ver’ é o nosso lema, face ao ‘novo’ O Diabo.
Evidentemente que Alberto João Jardim tem todo o direito de continuar a verberar, vilipendiar ou seja lá o que verborreia no semanário. Mas exige-se o contraditório! Agora, se ele é de facto o seu principal financiador, com o dinheiro dos impostos dos Portugueses, nada haverá a afazer, isto é, «tudo com dantes, quartel-general em Abrantes»!
Desejamos o maior sucesso ao nosso Ilustre Amigo Duarte Branquinho, à frente de O Diabo.
Gostávamos de voltarmos a ser seus leitores. O Diabo faz falta à Imprensa Portuguesa e à Democracia em Portugal.
Tempos houve em que o jornal foi um foral de Liberdade em Portugal. Acreditamos que com Duarte Branquinho como Director, O Diabo voltará a ser uma referência.
Mário Casa Nova Martins
facebook.com/Mario.Casa.Nova.Martins

Free web page counter