\ A VOZ PORTALEGRENSE: O Futuro do CDS em Portalegre

sábado, fevereiro 26, 2011

O Futuro do CDS em Portalegre

O Futuro do CDS em Portalegre


Antes do mais, será importante recordar dois factos. O primeiro é lembrar que nas últimas eleições legislativas o CDS ficou no distrito em quinto lugar em número de votos, depois de PS, PSD, PCP e BE. O segundo é que o CDS obteve então o seu segundo melhor resultado da sua história no distrito.
Se para os optimistas o futuro próximo parece sorrir ao CDS, porque nas próximas eleições legislativas junto com o PSD obterá maioria absoluta e irá para o Governo, para os menos optimistas o futuro do partido é um caminho árduo de percorrer, como, aliás sempre foi, dada a ‘apetência’ do PSD em ‘esvaziar’ o CDS do seu eleitorado através da política do ‘voto útil’.
Em ocasião não muito recente, o actual presidente do PSD disse que o seu partido se coligaria com o CDS no Governo, mesmo que o PSD tivesse maioria absoluta.
Se assim fosse, e dado que o PSD sempre teria mais votos que o CDS, não seria necessário votar CDS, porque estava garantido que este iria fazer Governo de coligação com o PSD.
Ora, esta ‘teoria’ do presidente do PSD é um encapotado convite ao eleitorado do CDS, e de toda a Direita, para votar, ‘utilmente’…, PSD.
E só assim se compreende que o CDS tenha ‘respondido’ ao PSD, que a melhor estratégia eleitoral seria a coligação pré-eleitoral CDS/PSD.
Claro que a resposta do PSD a esta proposta de coligação pré-eleitoral do CDS, foi, como teria que ser, negativa. É que se a coligação pré-eleitoral fosse por diante, a ‘quota inicial’ do CDS seria idêntica ao valor percentual das últimas eleições legislativas. E o PSD quer fazê-la diminuir!
Concorrendo em separado, o PSD acha que vai subir em termos percentuais, enquanto o CDS descerá. Assim o CDS ficará mais fragilizado face a negociações pós-eleitorais para a formação do Governo de coligação.
Até agora nada de novo.
Mesmo sabendo que não elegerá nenhum deputado no distrito de Portalegre, será um do PS e um do PSD, o CDS tem que lutar para obter o maior número de sufrágios, para que a nível nacional o resultado seja o melhor possível. Para tal, Princípios e Valores são fundamentais.
Este ano ainda haverá eleições legislativas. O tempo urge. Há que o saber aproveitar.
Mário Casa Nova Martins

Free web page counter