\ A VOZ PORTALEGRENSE: O CDS e a Direita e Cavaco Silva

terça-feira, janeiro 18, 2011

O CDS e a Direita e Cavaco Silva

O CDS e a Direita e Cavaco Silva

O CDS, melhor, a direcção do CDS fez o que lhe competia, que era apoiar a candidatura de Aníbal Cavaco Silva, a partir do momento em que recusou a proposta de candidatura presidencial de José Ribeiro e Castro.
Tinha o CDS outra alternativa? Politicamente, não!
Mas uma coisa é o CDS e os seus dirigentes, e outra são os seus militantes e apoiantes. Os dirigentes do CDS apoiam formalmente o candidato Cavaco Silva. Porém, não há a obrigação dos militantes e simpatizantes do CDS apoiarem Cavaco Silva. O voto é secreto, mas acima de tudo o voto é de quem o exerce e que tem toda a liberdade em votar em quem ou no que bem entende.
O partido CDS apoia Cavaco Silva, e fá-lo porque os seus órgãos competentes para tal decisão assim o decidiram. Mas ninguém que seja militante ou simpatizante do CDS é obrigado a seguir a indicação do partido.
A eleição presidencial é diferente das eleições autárquicas ou legislativas. Nas eleições presidenciais vota-se no candidato, enquanto nas outras é em partidos, melhor, listas partidárias ou também agora em listas de cidadãos.
A história política de Aníbal Cavaco Silva mostra a sua antipatia pelo CDS. Desde sempre Cavaco silva viu/tem no CDS o seu ‘ódio de estimação’.
Cavaco Silva também detesta a Direita, mas sempre dela teve o ‘voto ‘útil’.
Que deve o CDS a Cavaco Silva?
Que deve a Direita a Cavaco Silva?
E o que deve Cavaco Silva ao CDS e à Direita?
Mário Casa Nova Martins

Free web page counter