\ A VOZ PORTALEGRENSE: Jaime Crespo

sábado, janeiro 08, 2011

Jaime Crespo


o que é isto? (justiça)

Há um país em que o mais alto representante dos advogados, Marinho Pinto, bastonário da respetiva Ordem, acha que os juízes não deverão julgar as muitas providências cautelares interpostas por diversos sindicatos, reclamando do corte salarial imposto pelo OGE, elaborado pelo governo do PS e aprovado pelo PSD, dado que ele considera que os juízes irão decidir em causa própria.
Neste mesmo país, há um jornal que considera que as ditas cujas providências cautelares colherão razão em sede de Tribunal de Trabalho mas perderá na decisão final, que será tomada pelo Tribunal Constitucional, uma vez que os onze juízes que compõem esse tribunal, seis foram nomeados pelo PS e cinco pelo PSD.
Então, temos um país no qual, presumivelmente, os seus juízes de círculo decidem não em conformidade com as Leis mas de acordo com o seu interesse pessoal.
Temos também, no mesmo país, os seus mais altos dignitários, os juízes do Tribunal Constitucional, digníssimos guardiãs da Lei Fundamental, a Constituição da República, serão, presumidamente, capazes de tomarem decisões não em conformidade com a Constituição mas conforme o partido político que os nomeou.
O bastonário da Ordem dos Advogados e um jornal pensam assim.
Se assim é, que tem os pobres e os trabalhadores a esperar deste sistema de justiça?
Este país pode até ser uma Democracia, mas é uma Democracia de interesses, de influências e de amiguismo.
É uma Democracia, mas onde quem manda tocar a música é quem tem dinheiro e/ou poder.
O povinho, caso não consiga escapar, vai dançando o baile mandado.
Jaime Crespo

Free web page counter