\ A VOZ PORTALEGRENSE: Rui Cardoso Martins

terça-feira, setembro 14, 2010

Rui Cardoso Martins

Rui Cardoso Martins vence Grande Prémio de Romance e Novela da APE

O romance "Deixem Passar o Homem Invisível", de Rui Cardoso Martins, foi o vencedor do Grande Prémio de Romance e Novela da Associação Portuguesa de Escritores (APE), anunciado hoje.
O júri, composto por José Correia Tavares, Eugénio Lisboa, Luís Mourão, Luísa Mellid-Franco, Pedro Mexia e Serafina Martins escolheu por maioria este livro entre 83 obras que este ano concorreram ao prémio.
Deixem passar o homem invisível foi publicado pela D. Quixote, em 2009, e conta a história de um homem – cego desde os 8 anos – que cai numa caixa de esgoto aberta, situada junto da igreja de S. Sebastião da Pedreira. Na mesma altura, um escuteiro que regressava de uma actividade na mesma igreja é também arrastado para o mesmo esgoto. É a viagem de ambos, através de uma Lisboa subterrânea, enquanto cá fora são tomadas todas as medidas para os salvarem, que o autor nos conta neste seu segundo livro.
Leia a entrevista de Rui Cardoso Martins à revista "Os Meus Livros", no lançamento de "Deixem passar o homem invisível".
Rui Cardoso Martins nasceu em Portalegre em 1967. É escritor, jornalista, argumentista e fundador das Produções Fictícias. No cinema, é autor do guião de "Zona J" e co-autor da longa metragem "Duas Mulheres". O seu primeiro romance, "E Se Eu Gostasse Muito de Morrer" foi publicado em Espanha e na Hungria. Tem contos editados em diversas revistas letrárias.
O Grande Prémio de Romance e Novela da APE, atribuído desde 1982, tem o valor monetário de 15 mil euros.
_______
António Martinó

Free web page counter