\ A VOZ PORTALEGRENSE: Quarto Aniversário

domingo, junho 06, 2010

Quarto Aniversário

A Voz Portalegrense

Quarto Aniversário

6 de Junho de 2006 – 6 de Junho de 2010

A Voz Portalegrense celebra hoje o seu quarto aniversário. Nunca nos anos anteriores fiz a menor referência ao aniversário. Mas entendo que este ano o devo fazer.
Se nos primeiros três anos foi aquilo que se chama de um blogue pessoal, hoje é um blogue colectivo.
Se perdeu a característica inicial, facto indiscutível, acredito que hoje é mais útil do que antes.
Nunca temi confrontos, fossem eles de ideias ou outros. Ao longo dos anos fui tirando lições da Vida. Hoje sinto que soube colher os ensinamentos tirados em momentos de sofrimento e de prazer. Mas em momento algum cedi a modismos e ao chamado politicamente correcto.
Temo, quantas vezes, mais os chamados amigos, mas nunca os inimigos. Destes sei sempre o que espero, enquanto dos outros, quanta perfídia, quanto tanta outra coisa!
Mas neste momento estou contente comigo próprio. Em Portalegre, cidade madrasta para quem nela nasceu, sinto-me acima da mesquinhez que é apanágio de quem é figurão, ou figurinha. Quanto tomo uma posição sobre um qualquer assunto e coloco no final a minha assinatura, sinto-me cidadão responsável. Sempre assim o fiz.
No último texto da Conta-Corrente no jornal «O Distrito de Portalegre», em 5 de Março de 2004, página 5, escrevi:
_ A melhor “resposta” quanto à dita “qualidade” do dito “produto” [referia-se ao jornal] estará, inexoravelmente, no número das vendas. E, que dizer se elas subissem de uma maneira significativa, e, claro, com significado? E, as vendas, que fúria!, aumentaram em coerência e de forma terrivelmente expressiva.
Todavia, quanto a este semanário, a ‘resposta’, o resultado ficou à vista em 27 de Abril de 2010, dia em que saiu o último número. Mas o processo da história do fim de «O Distrito de Portalegre» terá abordagem própria e a seu tempo, sem então ficar esquecido o que de sórdido se passou no período em que fui Director Executivo, enquanto José Dias Heitor Patrão era Director. Muita podridão moral!
Recordei aquele parágrafo, porque ele se pode adaptar a A Voz Portalegrense. A melhor resposta à sua longevidade está no número de visitas e Visitantes. Mas acredito que consigo ainda fazer melhor!
Mário Casa Nova Martins
-

Free web page counter