\ A VOZ PORTALEGRENSE: Jaime Crespo

terça-feira, maio 18, 2010

Jaime Crespo


ABAIXO A CHANTAGEM DO MEDO DA BANCARROTA!
ABAIXO O FATALISMO!
EM DEMOCRACIA HÁ SEMPRE UMA SAÍDA POSITIVA PARA OS POVOS!
Essa saída tem a ver com:
􀂾 O aumento geral dos salários e das pensões, em vez dos cortes nos mesmos;
􀂾 A criação de postos de trabalho com direitos, em vez dos despedimentos;
􀂾 A renacionalização dos sectores estratégicos da economia, como a Banca e as seguradoras, para os colocar ao serviço de um plano de desenvolvimento do país, em vez das privatizações e da continuação do definhamento da produção nacional;
􀂾 A cooperação solidária com os outros povos da Europa e do resto do mundo, em vez da subordinação ao FMI e à União Europeia.
Não será um imperativo apelar aos dirigentes sindicais, aos dirigentes dos partidos que se reivindicam de esquerda e da defesa dos direitos dos trabalhadores, que se unam para exigir do Governo a execução deste programa político?
Não será este programa de proibição dos despedimentos e das privatizações, o programa de criação de emprego, de riqueza e de defesa dos serviços públicos que está contido na vontade de agir em unidade de milhões de trabalhadores que desejam responder ao apelo da CGTP, para a manifestação de 29 de Maio, ao lerem as declarações de Carvalho da Silva: “Ou há uma fortíssima mobilização da sociedade portuguesa, ou não param de surgir pacotes, uns atrás dos outros. (…) É preciso mobilizar sectores intelectuais, gente da economia, do social e da cultura, para que surjam alternativas”.
Sim, é preciso mobilizar todos! Não é, então, legítimo pedir à CGTP para que, publicamente, se dirija à UGT, para que esta responda em conjunto, como fizeram recentemente as direcções dos sindicatos do sector dos transportes, ou como o têm feito as direcções dos sindicatos dos professores?

ABAIXO A CHANTAGEM DOS SENHORES DO SISTEMA, ENTRINCHEIRADOS NA UNIÃO EUROPEIA!
O Governo diz-nos que não há outro caminho; em todos os países eles dizem o mesmo.
Mas os governos põem e a luta dos povos dispõe!
Porque está em causa a nossa vida, a nossa sobrevivência em democracia, os nossos postos de trabalho.
Por isso, apoiamos as mobilizações dos trabalhadores gregos, bem como a greve geral anunciada dos funcionários públicos de Espanha. Por isso, apoiamos a iniciativa da CGT - Force Ouvrière, ao dirigir-se às outras Centrais sindicais de França, para a realização conjunta de uma greve geral, a 15 de Junho, visando defender a Segurança Social.
“Nunca a nossa sorte esteve tão ligada”, dizem os militantes alemães que apelam a uma Conferência operária de urgência, a 19 e 20 de Junho, em Berlim, dirigindo-se em particular aos trabalhadores portugueses, espanhóis e gregos.
De acordo com este desafio, militantes portugueses e espanhóis respondemos-lhes numa carta onde dizemos:
«Sim iremos a essa Conferência, para abrir o caminho a Uma Aliança dos Trabalhadores e das suas Organizações, à escala de toda a Europa.»

Cara(o) camarada,
Seja qual for o quadrante político em que se coloque, se está de acordo com este caminho junte-se à Comissão pela Proibição dos Despedimentos, apoie a Conferência de Berlim.
A Comissão pela Proibição dos Despedimentos foi constituída em Setembro de 2009, e integra militantes do POUS, do PS, do PCP, do BE e sem filiação partidária.

Contactos:
Carmelinda Pereira -TM - 96 636 81 65
Paula Montez -TM – 96 763 63 41

Free web page counter