\ A VOZ PORTALEGRENSE: Jacques Martin - Luís Diferr

sábado, março 27, 2010

Jacques Martin - Luís Diferr

Banda desenhada
.
'Portugal', com texto e desenhos de Luís Diferr
É editado pela ASA em Abril
.
Chama-se simplesmente Portugal, e será o quinto volume criado em torno de Loïs, um herói do século XVII que foi das últimas personagens imaginadas pelo recentemente falecido Jacques Martin, autor universalmente conhecido pelas aventuras de Alix (uma das mais populares séries da história da banda desenhada franco-belga). Com desenhos do português Luís Diferr, Portugal terá edição francesa, em meados de Abril, pela Casterman, devendo a edição portuguesa, pela ASA, chegar às livrarias em finais de Abril e inícios de Maio.
A ideia para a criação deste livro remonta a 2002, por ocasião de uma deslocação de Jacques Martin a Portugal, para participar no festival de BD da Amadora. Autor de BD e também professor, o português Luís Diferr estava presente e, enquanto o criador de Alix assinava autógrafos, o director das colecções de livros sob o seu nome, Jimmy Van den Haute, fez-lhe o convite de criar um livro de viagens sobre Portugal... "Tive de fazer testes, mais tarde de apresentar planos da obra", explicou Luís Diferr ao DN. O plano foi aprovado e começou a trabalhar neste livro em 2003.
"Jacques Martin acompanhou o projecto no princípio", recorda o autor, que chegou a ir a Bruxelas em trabalho relacionado com o desenvolvimento do livro. Em Portugal, apenas a introdução é assinada por Jacques Martin, sendo o planeamento, o texto e os desenhos de Luís Diferr. "Quando disse que sim, não fazia ideia onde me estava a meter", confessa, referindo-se ao longo trabalho de investigação que a criação deste álbum implicou, envolvendo longa e cuidada pesquisa em livros e visitas aos locais que desenhou.
A série de livros que Jacques Martin criou com Loïs Lorcey como protagonista surgiu em 2003 e soma já quatro álbuns com narrativas de aventuras e um primeiro livro "de viagens", centrado em torno da evocação do palácio de Versalhes, durante o reinado de Luís XIII, em meados do século XVII. Este modelo de livro, que Jacques Martin começou a publicar em torno das cidades e lugares por onde se desenrolavam as aventuras de Alix, não corresponde exactamente a uma história em quadradinhos, mas sim a um olhar histórico sobre um tempo e um lugar, com ilustrações que em tudo seguem a linha que associamos ao herói em questão. Neste caso, com Loïs, visitamos o Portugal de finais do século XVII e inícios do século XVIII (contemporâneo, portanto, da França de Luís XIV), visitando lugares como o Convento de Mafra, a Torre de Belém, o Convento de Cristo, o Paço da Ribeira...
Esta não é contudo a primeira vez que um herói da BD franco- -belga tem Portugal e portugueses representados em álbuns. Jean Graton, por exemplo, criou para Michel Vaillant, nas páginas da revista Tintim, o célebre Rallye em Portugal, em finais dos anos 60. Alguns anos antes, em 1957, Edgar P. Jacobs levara Blake & Mortimer à ilha de São Miguel, nos Açores, para O Enigma da Atlântida. Isto sem esquecer o célebre Sr. Oliveira da Figueira, que Hergé criou para as aventuras de Tintim. Ou os lusitanos, que passaram já pelos álbuns de Astérix.
_
'Portugal'
Luís Diferr (com introdução de Jacques Martin)
2010
Edições ASA

Free web page counter