\ A VOZ PORTALEGRENSE: Manuel Isaac Correia

sábado, fevereiro 20, 2010

Manuel Isaac Correia

.
Morreu o Dr. Marcão
Viva o Senhor Reitor
.
Não foi inesperada a notícia, mas a cidade e a região ficaram muito mais tristes na segunda-feira de manhã, quando se soube do falecimento do dr. Marcão.
António Luís Botelho Chichorro Marcão contava 82 anos, feitos a 30 de Novembro. Nasceu em Coimbra, onde se licenciou em Ciências Matemáticas na Faculdade de Ciências, tendo anteriormente frequentado Engenharia Geográfica na Universidade e Lisboa. Estagiou no Liceu Pedro Nunes, em Lisboa, e em Portalegre, desde Abril de 1959, foi professor e Reitor do Liceu Nacional de Portalegre, primeiro a dar aulas de desenho e matemática, depois só matemática, sendo nomeado Reitor em 29 de Setembro de 1960.
O funeral realizou-se a meio da manhã de terça-feira, de Portalegre para Monforte, onde ficou em jazigo de Família.
É difícil ser-se imparcial a falar do Dr. António Luís Marcão, pois estamos perante uma pessoa a diversos títulos extraordinária.
O Reitor do Liceu Nacional de Portalegre, o professor de Matemática, e explicador de tantas gerações, o homem profundamente inteligente, a pessoa discreta, o professor e Reitor amigo, o vizinho, o portalegrense, o amigo, para cada um de nós o Dr. Marcão é um pouco de cada parte e simultaneamente de tudo isto.
É difícil encontrar uma figura com este denominador comum. Alguém de quem todos nós gostássemos e que tanto respeitássemos.
Mesmo contando com a cumplicidade da D. Mary, ficou por fazer aquela entrevista que o Mário e eu tínhamos combinado fazer ao Dr. Marcão e que era para acontecer “por Acaso”, numa manhã de há uns tempos atrás na Praça da República.
A doença do Dr. Marcão e o Inverno anteciparam-se. Queríamos fazer uma entrevista de vida, passe o pretensiosismo, sem que parecesse sê-lo. Para memória futura.
Mas a memória do Senhor notável, dos mais notáveis que conhecemos na vida, perdurará enquanto perdurarem os nossos filhos e netos.
O fumo inveterado será o culpado, mas alguma coisa havia de ser.
O Dr. Marcão sentiu aproximar-se o final e de tudo tratou, como nos contava a sua esposa extremosa, companheira de vida, a Senhora D. Mary.
Partiu o Dr. Marcão, o mais emblemático Reitor de que ouvimos falar, o senhor que não teve só os cargos que não quis, pois se quisesse teria uma carreira política de vulto, e tanto mais.
Escolheu ser Professor. E foi o Senhor Reitor do Liceu Nacional de Portalegre.
Perante a sua memória, o seu exemplo e o seu percurso, curvamo-nos com um respeito imenso e uma amizade eterna.
Partir o Dr. António Luís Marcão. À Senhora D. Mary Robinson da Silveira, aos filhos Francisco, Pedro e Sílvia, aos netos Pedro, Tiago, Margarida, José Nuno, Sofia, Tomás, Inês e Francisco, e a toda a Família, AA apresenta as mais sentidas condolências, curvando-nos perante um verdadeiro Senhor, de uma grandeza inultrapassável que nos distinguiu com a sua amizade e palavra amiga.
Manuel Isaac Correia
Director do semanário Alto Alentejo
.
in, Alto Alentejo, 17 de Fevereiro 2010, p.6
.

.

Free web page counter