\ A VOZ PORTALEGRENSE: Luís Filipe Meira

domingo, novembro 01, 2009

Luís Filipe Meira

Sem Apelo
.
O Benfica foi ontem derrotado em Braga por 2 – 0, perdendo assim a liderança partilhada da Liga Sagres.
Perdeu bem na minha perspectiva, pois o Sporting de Braga foi a equipa mais consistente ao longo dos 90 minutos. Mas o Benfica jogou razoavelmente e lutou até ao fim, o que foi bom. Tenho para mim que, paradoxalmente, esta derrota pode ser perigosa em termos de estabilidade da equipa, mas também pode ter efeitos positivos em relação à massa associativa que andava numa euforia desmedida e até desproporcionada. O Benfica tem um bom treinador, um excelente plantel mas ainda não tem uma super-equipa, e em Braga demonstrou que nem está assim tão perto de o conseguir.
Três notas, para concluir:
1.ª – A abundância de jogadores sul-americanos, nomeadamente o seu núcleo principal está a trazer à equipa uma cultura perigosa que assenta em demasiadas simulações de faltas, de lesões e com picardias constantes e a despropósito. O recurso sistemático à falta também é preocupante.
2.ª – Os Mind Games de Jorge Jesus são um desastre! Alguém tem que ensinar Jesus qual a postura adequada de um treinador do Benfica. Neste particular, Domingos Paciência ganhou fora e dentro do campo.
3.ª – A linha editorial do Canal Benfica pode tornar-se prejudicial ao próprio clube, se continua a eleger o árbitro como a figura a abater e o mal de todos os pecados, desculpabilizando assim os erros que a equipa e o seu treinador inegavelmente vão cometendo. O Benfica não perdeu em Braga por causa do árbitro ter anulado um golo legal a Luisão…
Luís Filipe Meira

Free web page counter