\ A VOZ PORTALEGRENSE: Crónica de Nenhures

terça-feira, janeiro 13, 2009

Crónica de Nenhures

Uma guerra perdida
.
É a insuspeita quanto circunspecta revista TIME que afirma ter Israel perdido a guerra em curso contra o Hamas. Tal como perdera contra o Hezbollah no Líbano.
Os estrategas israelitas continuam a não saber combater este tipo de guerra. Mais do que uma guerra de guerrilha, é uma luta pela sobrevivência, o que torna um morto num mártir, um ferido num herói, um desalojado num potencial suicida. Em Gaza não se luta por uma ideologia, luta-se pela Vida, um bem tão precioso quanto a água ou o sol.
A desproporção de meios militares é abissal, mas tal facto não impede que artefactos bélicos de fabrico artesanal flagelem Golias, deixando nela marcas profundas de insegurança e impotência. David e a sua funda vão fundo nas consciências do Povo israelita, que perante a barbárie dos seus chefes militares e a sede de poder dos seus políticos são tão mártires como os Palestinianos que morrem em defesa dos seus bens, do qual o supremo é as suas próprias Vidas.
Se Israel perdeu a guerra, também o Hamas ou a Fatah a perderam. Sem se entenderem, Fatah e Hamas tornam-se marionetas nas estratégias belicistas e políticas de Israel. Lutando entre si, tornam-se aliados do inimigo principal, comum. Um jogo que tanto agrada a quem pretende manter a instabilidade no Médio Oriente.
Mário Casa Nova Martins

Free web page counter