\ A VOZ PORTALEGRENSE: Desabafos

sexta-feira, novembro 21, 2008

Desabafos

Ainda muito antes do termo “globalização” ter tomado foros de universalidade, já existia algo que era global à escala planetária, o Futebol.
Com pouco mais de cem anos de existência, o Futebol é um desporto que gera todo o tipo de emoções. Conseguiu transformar-se no “desporto-rei” em todo o Mundo. Hoje em dia, os desportos tradicionais convivem lado a lado com o Futebol, mas vão perdendo cada vez mais adeptos e importância face à avassaladora máquina que é o Futebol.
Deporto popular, é ser desporto de massas, e o Futebol preenche todos os requisitos para que assim seja considerado. Negócio que envolve somas astronómicas de dinheiro, ele tem um papel preponderante na sociedade actual. E assim sendo, a Política tenta servir-se do Futebol, tal como este da Política. Troca de favores é moeda corrente entre políticos e dirigentes desportivos. E, claro, a corrupção vai corroendo o Futebol.
Os principais agentes do Futebol são os Clubes, e estes vivem uma crise económica sem paralelo. A busca de vitórias a todo o custo obriga à contratação de jogadores, pagos principescamente.
Mas a par dos Clubes existem os Adeptos, e entre estes formam-se Claques de apoio ao Clube. A mais conhecida do Sport Lisboa e Benfica é a “No Name Boys”.
Soube-se esta semana que elementos dos “No Name Boys” estão envolvidos em ilícitos criminais. Perante tal facto, a Justiça fará jus ao seu nome. Porém, a Claque dos “No Name Boys” não é responsável pelo comportamento de uma minoria dos seus elementos.
Os Benfiquistas, têm pelos “No Name Boys” gratidão. Ao longo dos anos eles têm vivido e lutado pelo Clube. “Umas maçãs podres não matam a Macieira”!
in, Rádio Portalegre, Desabafos, 21/11/08
Mário Casa Nova Martins

Free web page counter