\ A VOZ PORTALEGRENSE: Desabafos

sexta-feira, março 14, 2008

Desabafos

Por este tempo passa o terceiro ano de governação socialista de José Sócrates. Muito haverá a dizer de positivo e de negativo. Mas a História encarregar-se-á no tempo próprio de escrever sobre este período. O que neste momento preocupará mais os portugueses é o Futuro e não o Passado.
Para o próximo ano há, entre outras, eleições legislativas, e a esta distância as sondagens, com a sua própria margem de erro, dão a indicação de que neste momento o Partido Socialista ganharia novamente, mas sem maioria absoluta.
Entretanto, o tempo das reformas estruturantes e inadiáveis está a esgotar-se para o Governo, que depois do Verão encetará uma política de diálogo com os portugueses, como forma de lhes fazer esquecer as dificuldades económicas dos últimos três anos, outras políticas sociais em que as necessárias reformas foram mal explicadas, e tudo o mais que faça sombra à governação.
O PS não tem oposição à Direita. CDS e PSD travam internamente uma luta autofágica. O PNR ganha em militância e activismo ao PND. Mas nenhum ou todos têm força política para enfrentar o PS. À esquerda, o Bloco de Esquerda não consegue crescer em importância, muito por força do Partido Comunista, que tem conseguido recuperar apoios há muito perdidos na extrema-esquerda e à esquerda dos socialistas.
Indiscutivelmente, o Governo dará prioridade na rentrée política, após a sealy season, a uma gestão e distribuição de benesses aos portugueses em diferentes áreas, de forma que não só ganhe as eleições, como alcance nova maioria absoluta. E só não o conseguirá por inabilidade política.
Curiosamente, a força que o PCP vier a ter nas urnas poderá “dar” ou “tirar” a desejada maioria absoluta aos socialistas.
in, Rádio Portalegre, Desabafos, 14/03/2008
Mário Casa Nova Martins

Free web page counter