\ A VOZ PORTALEGRENSE: Quarto Centenário do Nascimento

terça-feira, fevereiro 05, 2008

Quarto Centenário do Nascimento

Retrato do Padre António Vieira, de autor desconhecido do início do século XVIII
.
Sermão de S. António
.
Pregado na cidade de S. Luís do Maranhão ano de 1654
.
Este sermão (que é todo alegórico) pregou o Autor Três dias antes de se embarcar ocultamente para o reino, a procurar o remédio da salvação dos índios, pelas causas que se apontam no 1.º sermão do 1.º tomo (1), e nele tocou todos os pontos de doutrina (posto que conseguida) que mais necessários eram ao bem espiritual e temporal daquela terra, como facilmente se pode entender das mesmas alegorias.
Vos estis sal terrae (2)
MATTH. 5.
.
(…)
No mar pescam as canas; na terra pescam as varas (e tantas sortes de varas): pescam as ginetas (3), pescam as bengalas, pescam os bastões, e até agora os ceptros pescam, e pescam mais que todos, porque pescam cidades e reinos inteiros. Pois é possível que, pescando os homens coisas de tanto peso, lhes não trema a mão e o braço? Se eu pregara aos homens, e tivera a língua de Santo António, eu os fizera tremer.
(…)
.
(1) É o sermão da Sexagésima, que publicámos no fascículo primeiro.
(2) Vós sois o sal da Terra. Matth. V, 13
(3) Gineta, antiga insígnia de capitão.
in, Sermões e Cartas do P. António Vieira, Livraria Cruz, Braga, 1958, p.80

Free web page counter