\ A VOZ PORTALEGRENSE: José Veiga - Ler para Crer

terça-feira, janeiro 08, 2008

José Veiga - Ler para Crer

O livro surge como prenda de Natal. Porém, o “feliz contemplado”, Benfiquista de gema, não lhe dá grande importância, rindo-se, inclusive, quando o viu.
Esquecido ficou, e já que por aqui estava, ontem ao serão começámos a lê-lo. E só nos recolhemos quando acabámos a sua leitura. O que tem significado!
Está dividido em cinco partes. A primeira fala da infância de José Veiga até dar os primeiros passos, no Luxemburgo, no futebol, quer como jogador, quer como dirigente desportivo. A segunda fala da sua actividade de empresário de jogadores de futebol, dando grande destaque ao futebolista Figo, incensado e endeusado, mas que Veiga mostra as fragilidades do Homem. A terceira e a quarta parte são totalmente relacionadas com a sua passagem como Director Desportivo do Sport Lisboa e Benfica. Na quinta dá a “receita” para que o Clube da Águia regresse aos títulos.
Sem dúvida que as partes mais importantes da obra são a terceira e a quarta. Na terceira é o tempo desde que entra no Clube até ele se tornar Campeão, e a quarta a fase posterior até se afastar definitivamente do Benfica.
Afirmações ditas bombásticas surgem quando se não tem nada de relevante a dizer. Então, desde já se diga que o livro não contém nenhum tipo dessas afirmações. Escrita serena, em que os temas são abordados com frontalidade e cuja leitura se torna fácil.
Quem como nós viveu com a maior intensidade o tempo em que José Veiga esteve no SLB, discordando publicamente da sua chegada ao Clube, mas também publicamente agradecendo o trabalho que fez na despedida, num acto de reconhecimento da qualidade do desempenho, sente uma grande mágoa ao recordar o tempo vitorioso que então se viveu. Os dados que José Veiga recorda, foram ao tempo por nós interpretados da mesma forma que vêm no livro, o que nos deixa ainda mais preocupados pelo Futuro do Sport Lisboa e Benfica.
E a resolução do caso protagonizado por Luisão e Katsouranis no passado sábado, e que os jornais desportivos de hoje relatam, vem comprovar que algo de mau se está a passar a nível dirigente no SLB. A decisão tomada, se bem que a esperada, vai fragilizar a coesão interna da equipa de futebol. É sempre mau “castigar” a parte mais fraca e “inocentar” ou justificar com a qualidade de capitão-de-equipa a parte mais forte. De certeza que Veiga não agiria desta forma.
Em resumo, temos que agradecer uma vez mais a José Veiga tudo o que fez pelo Benfica, afirmar que o actual presidente não tem qualidade para ocupar o cargo que desempenha, e que o SLB vai passar nos próximos tempos por uma fase turbulenta a nível desportivo.
Apenas uma palavra aos Sportinguistas. Que leiam também o livro. Nele, curiosamente, encontram também muitas explicações para o clima de insucesso desportivo a nível de futebol sénior por que passa o outro Clube da Segunda Circular de Lisboa.
E, por que não, que todos os adeptos do Futebol também leiam o livro de José Veiga. Poderá ser muito útil para compreenderem o actual estado do Futebol em Portugal, na Europa e também no Mundo.
Mário Casa Nova Martins

Free web page counter