\ A VOZ PORTALEGRENSE: CAUSA (IR)REAL

quarta-feira, janeiro 30, 2008

CAUSA (IR)REAL

Subject: Coitado!
To: Undisclosed-Recipient
Com 46 anos… Inapto por Junta Médica… Hein!… Diz-se ainda que com reforma de 35.000 € mensais…
O nosso problema continua a ser a distribuição de riqueza…
O problema não está nos funcionários públicos… O tempo o dirá…
Afinal foram só 9.732 milhões.
As notícias que dão conta da desumanidade das juntas médicas são manifestamente exageradas. Afinal há quem não se queixe das mesmas.
Ontem mesmo, em carta enviada ao Público, Paulo Teixeira Pinto indica que passou “à situação de reforma em função de relatório de junta médica”.
Certamente ainda mal refeito da forma como foi corrido do BCP e da Opus Dei, este banqueiro de 46 anos foi considerado inapto para o trabalho, apesar de já ter arranjado um cargo numa consultora financeira.
Teixeira Pinto nega ter recebido 10 milhões de euros de “indemnização pela rescisão do contrato” com o BCP, garantindo que apenas recebeu “a remuneração total referente ao exercício de 2007”: 9.732 milhões de euros em “compensações” e “remunerações variáveis”. Estas juntas médicas são as mesmas que recusam reformas a Professores com Cancro.

_______
Circula na internet um mail com este texto. Mas o que interesse dizer não é o que ele refere, mas sim o facto da notícia do semanário Expresso do passado sábado, que dá conta da eleição de Paulo Teixeira Pinto para presidente da Causa Real.
Depois de um consulado em que a Causa Real pura e simplesmente “destruiu” as Reais Associações por esse Portugal, Sousa Cardoso dá lugar a Teixeira Pinto, numa altura em que este está desacreditado a todos os níveis!
Assim vai a organização dos monárquicos portugueses.
MM

Free web page counter