\ A VOZ PORTALEGRENSE: Desabafos

sexta-feira, novembro 09, 2007

Desabafos

Mais do que uma Caixa de Pandora, a invasão do Iraque pelos EUA de George W. Bush e seus aliados, é uma caixinha de surpresas.
Há muito que se fala do Curdistão e do Povo Curdo, mas nunca como agora este tema tabu para muitas Chancelarias, incluindo a Portuguesa, esteve na ordem do dia!
Pátria de milhões de Curdos, o Curdistão espalha-se por vários países, como Iraque, Irão, Síria, Arménia e Turquia. Vítimas da Primeira Guerra Mundial, os Curdos nunca conseguiram construir o seu Estado. Se não tiveram a mesma sorte às mãos dos Turcos que os Arménios, que sofreram o maior genocídio datado e contabilizado do século XX, têm sido paulatinamente dizimados pela Turquia, onde se encontra a maior parte do Território Curdo.
Com o desmembramento do Iraque em três partes, a Xiita, a Sunita e a Curda, pensava-se que seria o início de uma nova era para o Curdistão. Puro engano, a Turquia recusa a existência de uma Pátria Curda! E está em guerra de baixa intensidade com os Nacionalistas do PKK, o Partido dos Trabalhadores do Curdistão, principal força paramilitar que luta contra o ocupante Turco.
Considerado como de inspiração marxista-leninista, o PKK luta também contra esse estigma. Há muito que esta ideologia deixou de fazer parte do seu ideário, mas a propaganda anti-Curda continua a lembrá-la como forma de suscitar antipatias pela Causa Nacionalista que defende, principalmente junto do Ocidente.
Nas vésperas da invasão do norte do Iraque pela Turquia, em nome do combate ao “terrorismo” Curdo, uma palavra de apoio à Independência da Nação Curda, e o apoio a todas as formas de luta contra a opressão em que vive o Povo Curdo.
in, Rádio Portalegre, Desabafos, 09/11/2007
Mário Casa Nova Martins

Free web page counter