\ A VOZ PORTALEGRENSE: Crónica de Nenhures

segunda-feira, julho 30, 2007

Crónica de Nenhures

Tempo de Vésperas
*
Há muito que a indústria militar americana não rejubilava tanto como agora. Quase de abalada, “fuga”…, do Iraque, a nova estratégia dos EUA de George W. Bush para a região consiste no armamento de Israel e de outros países árabes ditos moderados, mas na prática na órbita americana e cujos exemplos maiores são a Arábia Saudita, o Egipto e a Jordânia.
Lucros astronómicos irão obter as componentes desta indústria americana, graças ao “perigo nuclear iraniano”, como se apresenta a justificação para o negócio.
Anos depois, lá voltarão à mesma região as legiões americanas para destruir este arsenal bélico que agora vendem aos seus “aliados” contra o Irão, porque então estará em “mãos perigosas”…

O Kosovo quer ser independente. Os EUA estão de acordo, tal como os seus aliados europeus. Embora se saiba que como país o Kosovo é uma impossibilidade, que a sua “independência” é uma farsa porque em seguida dar-se-á a sua integração na Albânia, o importante é “apoiar” o “independentismo kosovar”, até por tal serve de arma de arremesso contra a Rússia, a grande aliada da Sérvia, que é contrária a esta secessão de parte do seu Território Pátrio.
“Cercar” a Rússia é uma paranóia da Administração de Bush, e tudo o que puder enfurecer o “Urso das Estepes” é bom. Será?
MM

Free web page counter